La Maison du Bonheur

La Maison du Bonheur

Famille “MARTIN”
Hellering-lès-fénétrange, Sarrebourg, France

Hoje vamos contar um pouco desse dia incrível… 
Durante a nossa passagem pela Europa (projeto “Let’s Go”), tivemos algumas grandes surpresas. Uma delas foi o convite para registrarmos essa família de franceses “da gema”… com seus costumes típicos e encantos. Estávamos na França para registrar uma família querida que já havíamos registrado aqui no Brasil e com quem eles tem amizade.

Ficaram sabendo que estaríamos por lá e resolveram “arriscar” fazer esse registro. Digo “arriscar” pois está fora de tudo o que eles estão acostumados por lá. A cidade é bem no interior da França, com menos de 200 habitantes.

Esse desafio deixou ainda mais interessante o registro e quando aceitamos o convite fomos orientados sobre as diferenças culturais e os cuidados que deveríamos ter. E tínhamos ainda um dificultador: não falamos o idioma francês…rs e arranhamos o inglês… enfim, um desafio e tanto!

Logo que chegamos e nos aproximamos da porta de entrada, percebemos que as crianças estavam atrás da cortina, vendo a gente chegar…rs, com aquela curiosidade típica da infância. Entramos e fomos apresentados pela nossa amiga brasileira a toda família, as crianças com aquele olhar curioso e nós um pouco sem jeito, pela dificuldade de comunicação e por achar que estávamos na frente do “Johnny Depp”…rs

Atrás da porta havia um coração pendurado com os dizeres: “La Maison du Bonheur” e mesmo sem entender, resolvi fotografar pois sabia que a tradução seria algo de muito significado e que diria muito sobre eles. E isso você ficará sabendo no FINAL da nossa história…rs

Começamos com uma conversa rápido sobre o objetivo do registro e falamos que queríamos registrar-los em sua essência, da maneira que estavam acostumados a viver e brincar, para que o registro fosse atemporal e para que pudessem se enxergar naquelas fotos mesmo daqui muitos anos. E acho que isso deixou eles bem a vontade… O bebê estava comendo papinha e já começamos o registro alí mesmo na cozinha. Aos poucos fomos conhecendo mais toda a casa, a parte superior onde as crianças brincam e fazem o dever de casa, a sala onde jogam xadrez , onde assistem TV, onde fica o cercadinho do bebê, o quintal e até a banheira… A empatia e a conexão foi tão forte que eles nos pediram para registrar o banho das crianças… algo impensável por nós diante da diferença cultural e o pouco tempo que nos conhecemos. 

E foi tudo incrível. Apesar da imensa dificuldade de comunicação (através da mímica e mostrando parte do resultado na câmera) foi um experiência única. Acho que a dificuldade de comunicação acabou sendo extremamente positiva, pois restringiu a possibilidade de dirigir as cenas, deixando tudo ainda mais natural.

Ah… e você quer saber o que significa os dizeres da porta? 

“A Casa da Felicidade”

É só ver o resultado para perceber que qualquer semelhança, não foi mera coincidência!

Fotos: Diogo Loureiro

fotografia, Diogo Loureiro, photography, criança, child, lorraine, france, hellering-lès-fénétrange, family, documentary, documental, família, lifestyle, inspiration, photographers

Quer falar conosco?

É só clicar e mandar uma mensagem

Redes sociais:

Você também pode nos acompanhar pelas redes sociais:

Quer receber as novidades do Blog?